fbpx

Cem anos de “URUPÊS”

Em 1918, Monteiro Lobato comprou a Revista do Brasil, onde colaborava desde seu lançamento, dois anos antes. Ainda em 1918, publicou O saci-pererê: resultado de um inquérito, a coletânea de contos Urupês e a coletânea de artigos de jornal Problema vital. Em O saci-pererê, reuniu depoimentos sobre esse demoniozinho brasileiro publicados anteriormente no jornal O Estado de S.Paulo. Juntou fotos de obras de arte representando esse mito, apresentadas em exposição por ele organizada, além de anúncios protagonizados pelo saci, no traço inconfundível de Voltolino. Era todo um projeto literário e cultural que se concretizava. Mas foi Urupês, uma dúzia de contos e um artigo de jornal publicado quatro anos antes (justamente Urupês) que ganhou a cena. Teve várias edições, podendo ser considerado o primeiro best-seller nacional. O centenário de publicação de Urupês é uma ótima oportunidade para se fazer uma reflexão sobre essa obra e, em sentido mais amplo, sobre a obra lobatiana. Escolhemos para lugar dessa reflexão o Palacete São Paulo, que foi sede da Cia. Gráphico-Editora Monteiro Lobato e hoje abriga a Editora Unesp, que publicou Monteiro Lobato, livro a livro: obra infantil, Livro do Ano Não Ficção, em 2009, e Monteiro Lobato, livro a livro: obra adulta.

[]
1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
FormCraft - WordPress form builder

Conteúdo

 5 de novembro

14h30
Conferência de abertura: Cem anos de Urupês
Milena Ribeiro Martins
Coordenação: João Luís Ceccantini

15h30
Coffee break

15h45
Mesa-redonda: Em torno de Urupês
Coordenação: João Luís Ceccantini

História editorial de Urupês
Cilza Carla Bignoto

Iconografia dos Urupês
Magno Silveira

Repercussões de Urupês no mundo hispanofalante
Thaís de Mattos Albieri

Urupês na boca do povo: jornalismo e literatura lobatiana
Thiago Alves Valente

6 de novembro
14h30
Mesa-redonda: Urupês e além
Coordenação: Cilza Carla Bignotto

Os contos de Monteiro Lobato e de Lima Barreto
Tâmara Abreu

“O livro é que vai abrir os olhos dessa gente” – um mote de Monteiro Lobato
Kátia Chiaradia

A correspondência entre Lobato e seus leitores infantis
Raquel Afonso

A “marca M.L.”: Monteiro Lobato e a posteridade
Emerson Tin

15h45
Coffee break

16h
Conferência de encerramento: Um Lobato para o século XXI 
Marisa Lajolo
Coordenação: Cilza Carla Bignotto

Docente

Cilza Carla Bignotto

É professora da Universidade Federal de Ouro Preto, campus de Mariana, MG. Autora de Figuras de autor, figuras de editor: as práticas editoriais de Monteiro Lobato. Coautora dos livros Monteiro Lobato, livro a livro: obra infantil Monteiro Lobato, livro a livro: obra adulta, nos quais escreveu sobre O garimpeiro do rio das Garças e A onda verde.


Emerson Tin

É professor de língua portuguesa e literatura nas Faculdades de Campinas (FACAMP). Coautor dos livros Monteiro Lobato, livro a livro: obra infantil Monteiro Lobato, livro a livro: obra adulta, nos quais escreveu sobre Os doze trabalhos de Hércules, O Mundo da Lua A barca de Gleyre.


Kátia Chiaradia

É pesquisadora e coautora dos livros Monteiro Lobato, livro a livro: obra infantil Monteiro Lobato, livro a livro: obra adulta, nos quais escreveu sobre O poço do Visconde e O escândalo do petróleo.


Magno Silveira

É designer, pesquisador e colecionador da obra de Monteiro Lobato. Realizou a exposição “Ilustradores de Lobato” (Sesc São José dos Campos); publicou catálogo sobre esses artistas do período de 1920 a 1948.


Marisa Lajolo

É professora da Universidade Presbiteriana Mackenzie, autora de Literatura: ontem, hoje, amanhã, Monteiro Lobato: um brasileiro sob medidaO poeta do exílio (Melhor Obra de Literatura Infantojuvenil de 2011, pela Academia Brasileira de Letras), organizadora de Monteiro Lobato, livro a livro: obra infantil (com João Luís Ceccantini) e Monteiro Lobato, livro a livro: obra adulta. Eleita para a Academia Paulista de Educação em 2015.


Milena Ribeiro Martins

É professora da Universidade Federal do Paraná. Coautora dos livros Monteiro Lobato, livro a livro: obra infantil Monteiro Lobato, livro a livro: obra adulta, nos quais escreveu sobre Viagem ao céuNegrinha América.


Raquel Afonso

Trabalha com tutoria à distância na Univesp e leciona no Ensino Médio. Coautora dos livros Monteiro Lobato, livro a livro: obra infantil Monteiro Lobato, livro a livro: obra adulta, nos quais escreveu sobre Histórias de Tia Nastácia Problema vital.


Tâmara Abreu

É professora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Coautora dos livros Monteiro Lobato, livro a livro: obra infantil Monteiro Lobato, livro a livro: obra adulta, nos quais escreveu sobre A reforma da Natureza e Mr. Slang e o Brasil.


Thaís de Mattos Albieri

É editora de livros. Coautora dos livros Monteiro Lobato, livro a livro: obra infantil Monteiro Lobato, livro a livro: obra adulta, nos quais escreveu sobre Emília no País da Gramática Cidades Mortas.


Thiago Alves Valente

É professor da Universidade Estadual do Norte do Paraná, campus de Cornélio Procópio, autor dos livros Monteiro Lobato nas páginas do jornal Monteiro Lobato: um estudo de A chave do tamanho, coautor dos livros Monteiro Lobato, livro a livro: obra infantil Monteiro Lobato, livro a livro: obra adulta, nos quais escreveu sobre A chave do tamanho e Mundo da lua e miscelânea.

Coordenadores

Cilza Carla Bignotto

É professora da Universidade Federal de Ouro Preto, campus de Mariana, MG. Autora de Figuras de autor, figuras de editor: as práticas editoriais de Monteiro Lobato. Coautora dos livros Monteiro Lobato, livro a livro: obra infantil Monteiro Lobato, livro a livro: obra adulta, nos quais escreveu sobre O garimpeiro do rio das Garças e A onda verde.



Luís Camargo

Escritor, ilustrador e tradutor de livros para crianças. Coautor dos livros Monteiro Lobato, livro a livro: obra infantil Monteiro Lobato, livro a livro: obra adulta, nos quais escreveu sobre ilustração e Ideias de Jeca Tatu.

Newsletter
da Unil

[]
1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
FormCraft - WordPress form builder
Tamanho da fonte
Modo contraste
Open chat
X