A linguagem sedutora – oficina de redação publicitária

Objetivos

Partilhar com os interessados conhecimentos sobre o discurso publicitário e táticas de comunicação adotadas pelas agências de propaganda.
Estimular a criatividade direcionada para a criação e redação publicitária, reduzindo o bloqueio e a auto-censura dos participantes.
Ensinar técnicas fundamentais para a criação de textos com linguagem publicitária e sua adaptação para o material interno e/ou externo (anúncios, folhetos, outdoors, cartazes, comunicados internet/intranet etc.).

Público-alvo

Profissionais de todas as áreas de editoras que desejam dominar técnicas de redação publicitária para elaboração de textos mais sedutores e sintonizados com seu target, jornalistas, publicitários, redatores, revisores, estudantes de letras, comunicação, jornalismo, publicidade e demais interessados.

Conteúdo

Pensamento criativo e discurso publicitário
Polissemia, formas fixas, clichês, funções da linguagem
Título, subtítulo, intertítulo e slogan
O texto publicitário clássico (dissertativo)
O texto publicitário em constelação semântica
O texto publicitário em constelação temática
O texto publicitário em constelação narrativa
Prática de criação e recriação da linguagem publicitária
Verificação (revisão dos objetivos do texto)

Tenho interesse neste curso:

[]
1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
FormCraft - WordPress form builder

Docente

João Anzanello Carrascoza

É escritor, redator de propaganda e professor da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, onde fez mestrado e doutorado, e da Escola Superior de Propaganda e Marketing. Publicou os romances Aos 7 e aos 40, Trilogia do Adeus e Elegia do irmão,e várias coletâneas de contos, entre as quais O volume do silêncio eAquela água toda. É também autor de histórias para o público infantojuvenil, como Aprendiz de inventor e Caleidoscópio de vidas. Suas histórias foram traduzidas para o bengali, croata, espanhol, francês, inglês, italiano, sueco e tamil. Recebeu três vezes o prêmio Jabuti (CBL), três vezes o prêmio da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ), duas vezes o prêmio da Fundação Biblioteca Nacional (FBN) e o prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA), além dos prêmios internacionais Radio France (RFI, Paris) e White Ravens (Library Munich, Alemanha). Crédito da foto: Marcos Vilas Boas.

Leave a Reply

Tamanho da fonte
Modo contraste
X